São Paulo antigo: Av. São João

Postado em fev 19, 2015



Quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015, às 12h57

A antiga Ladeira do Açu, depois da Rua São João Batista, foi alargada a partir de 1911, transformando-se na Avenida São João. A chácara que pertenceu ao Comendador Luiz Antônio de Souza Barros foi loteada para que se abrissem parte da Avenida São João, o largo e a Travessa do Paissandu, a Rua do Seminário e a Praça do Correio.

Av. São João: Nesta imagem de 1920 (colorizada com técnica litográfica), no sentido da Praça Antônio Prado, observa-se os “carrões” e um bonde que cruza a avenida. Abaixo, à esquerda, na mesma época, numa vista obtida da Praça Antônio Prado, canteiros centrais ajardinados que existiam em toda a extensão da São João. À direita, já com intenso tráfego de automóveis, vista das proximidades do cruzamento com a Rua Líbero Badaró, por volta de 1950.

Av. São João: Nesta imagem de 1920 (colorizada com técnica litográfica), no sentido da Praça Antônio Prado, observa-se os “carrões” e um bonde que cruza a avenida. Abaixo, à esquerda, na mesma época, numa vista obtida da Praça Antônio Prado, canteiros centrais ajardinados que existiam em toda a extensão da São João. À direita, já com intenso tráfego de automóveis, vista das proximidades do cruzamento com a Rua Líbero Badaró, por volta de 1950.

Na década de 20, os canteiros centrais ajardinados, que existiam em toda a extensão da avenida, davam um charme todo especial ao lugar que viveu dias de grande sucesso e foi o centro de toda uma área da cidade, quando a antiga Ladeira do Açu começou a se tornar sede da vida noturna paulista.

Jardins da Av. São João, anos 50.

Jardins da Av. São João, anos 50.